• Autor
  • Atualizado
    22 . 01 . 22
  • Tempo de leitura
    7 min

Dicas para melhor gestão de banca nas apostas esportivas

A gestão de banca é fundamental para quem faz apostas esportivas.

Até os apostadores experientes cometem erros comuns, deitando a perder em um instante todo um longo percurso nas apostas online.

Na pressa de ganhar dinheiro rápidos, muitos pensam que apostar alto é a solução, pois os retornos serão também altos.

Esse é o pior erro que alguém pode cometer em apostas esportivas.

Porque uma aposta tem sempre um risco, por menor que pareça.

E porque a beleza do esporte é sua imprevisibilidade, é a zebra derrotar o favorito.

Então, fazer uma gestão de banca correta ajuda a melhorar as chances de ganhar dinheiro com as apostas, ao mesmo tempo que minora as possíveis perdas.

Não importa qual é o saldo.

Seja muito ou pouco (claro que, para os apostadores, é sempre pouco), o importante é saber usar bem o dinheiro que se tem na conta de nossa casa de apostas.

Apresentamos, em seguida, algumas dicas para você melhorar sua gestão de banca, para que tenha sempre dinheiro em conta e possa tirar mais prazer das apostas esportivas.

Métodos populares de gestão de banca

Abundam na internet os conselhos e truques para a gestão de banca.

Muitos não são de fiar, é preciso ter cuidado.

E muitos outros são bem úteis.

Analisando bem a informação disponível, podemos apontar 3 métodos de gestão de banca com reconhecimento consensual:

  • Valor porcentual;
  • Valor fixo;
  • Critério de Kelly.

Vamos olhar para esses 3 métodos com atenção, apontando vantagens e alertando para as desvantagens.

Melhores Casas para Encontrar Odds de Valor

Um dos principais fatores para gestão de banca nas apostas esportivas é encontrar apostas de valor, e para isso temos de encontrar as odds mais altas. Reunimos aqui as casas que lhe oferecem as melhores odds para apostar.

Valor porcentual

Esse é considerado o método mais seguro de gestão de banca.

É verdade que os ganhos não serão muito altos, mas em contrapartida as perdas acabam se tornando aceitáveis.

Ainda antes de começar suas apostas esportivas, você define um porcentual para sua gestão de banca.

De acordo com apostadores mais experientes, deve usar 5% ou 10% da banca em cada aposta que efetuar.

Vamos imaginar que você faz um primeiro depósito de R$ 100.

Deixemos de lado os bônus e outros créditos que eventualmente pode reivindicar.

Tem então uma banca de R$ 100 e quer fazer duas apostas, uma em seu time do coração e outra em nossa Seleção.

Em ambos os casos, os odds são de 1.50.

Quanto vai apostar em cada palpite?

Se definiu um valor porcentual de 10%, então você aposta R$ 10 no time e outros R$ no Brasil.

O que pode acontecer agora?

  • Se perder as duas apostas, continua com R$ 80 em banca (80% do saldo menos as duas apostas de 10% cada);
  • Se ganhar uma aposta e perder outra, então fica com banca de R$ 95 (80% do saldo menos a aposta perdida mais os R$ 15 da aposta ganha);
  • Se ganhar as duas apostas, sua banca aumenta para os R$ 130.

O método do valor porcentual é assim o mais seguro, pois suas perdas estão sempre limitadas ao porcentual de sua banca que você próprio definiu.

Valor fixo

O método de valor fixo tem um funcionamento igual, mas em vez de definir um porcentual você escolhe um valor fixo para sua aposta.

Mantendo nosso exemplo de um saldo de R$ 100, você apostaria R$ 5 (por exemplo) em todas as apostas que faria.

Dessa forma, seu investimento será sempre o mesmo, independentemente dos odds de cada aposta e de outros fatores.

Esse método tem a grande vantagem de ser fácil de aplicar, especialmente para um apostador iniciante.

Dessa forma, ele não tem que se preocupar inicialmente com a gestão da banca, pois vai apostando sempre o mesmo valor enquanto ganha experiência.

Não podemos recomendar esse método, pois nossos especialistas consideram fundamental ter uma boa gestão de banca desde o início.

Critério de Kelly

Falta explicarmos o Critério de Kelly, um método seguido por muitos apostadores e elogiado por seu dinamismo.

Esse método recorre a uma fórmula matemática, calculando o valor da aposta em função do odd para a aposta que pretendemos fazer e da probabilidade real que nós atribuímos a essa aposta.

Vamos imaginar um jogo do Brasil com o Peru, com odds da Betsul.

A vitória da nossa Seleção tem um odd de 1.71, contra 3.25 para o empate e 3,65 para a vitória do Peru.

Feitas as contas, a probabilidade do Brasil vencer é de 58,5 por cento.

Mas nós acreditamos que a probabilidade real é um pouco mais alta, talvez 0,65.

Vamos então aplicar esses números à fórmula mais simples do Critério de Kelly (B x P – Q) / B. Primeiro, temos que usar um odd decimal (B), então tiramos 1 ao odd de 1.71 para a vitória do Brasil.

Depois, subtraímos a possibilidade real (P, o porcentual que nós atribuímos) ao número 1 (1-0,65), o que nos deixa com 0,35.

Na fórmula, esse resultado (que deu 0,35 no nosso caso) se chama Q.

Agora que temos os números para aplicar à fórmula, multiplicamos o odd decimal (0,71) pela possibilidade real (0,65) e depois subtraímos o Q (0,35).

Por fim, pegamos nesse resultado e dividimos pelo odd decimal (B). A fórmula fica (0,71 x 0,65 – 0,35) / 0,71 e nos dá um resultado de 15,7%.

Ou seja, pelo Critério de Kelly, nessa aposta você deve investir 15,7% de sua banca.

Este modelo de gestão de banca é famoso por permitir encontrar apostas de valor, mas temido por apresentar regularmente percentuais bem elevados.

Arrisque muito nas apostas, mas pouco na gestão de banca

Se você gosta de apostas esportivas, então deve arriscar muito em seus palpites, mas sempre arriscando pouco na gestão de banca.

Com uma gestão prudente, você assegura que tem sempre saldo para se divertir com as apostas esportivas, mesmo quando enfrentar uma série de palpites sem sucesso.

Você deve apostar para se divertir e o dinheiro que ganhar com as apostas é um prêmio pela sua diversão.

Se tiver a preocupação de ganhar dinheiro, não vai tirar prazer das apostas e aos poucos sua análise vai se tornando negativa, tornando mais difícil… ganhar dinheiro com as apostas.

Dicas sempre úteis para quem aposta

Agora que sabe os três principais métodos de gestão de banca, pode ainda ler algumas dicas que são sempre úteis para os apostadores.

São conselhos básicos, mas que nem sempre são lembrados na hora de apostar.

Defina um orçamento

Antes de começar apostando, você deve definir um orçamento para sua aventura nas apostas esportivas.

Quanto quer investir?

Mais importante ainda, quanto pode investir nas apostas?

Nunca gaste dinheiro que não tem para apostar.

É um passo no caminho da ruína financeira.

E sem dinheiro você acabará por não conseguir voltar a apostar.

Antes de começar, defina um orçamento.

Saiba quanto pode perder, mas aponte também quanto espera ganhar.

Sim, você está nas apostas esportivas para se divertir e também ganhar algum dinheiro.

Seja disciplinado

Tendo definido esse orçamento, só tem que o cumprir.

Mantenha o rigor, quer esteja em uma série vencedora ou perdendo todas as suas apostas.

Em uma maré de azar, muitos apostadores acabam procurando odds altos para tentar um “tudo ou não”.

Seja paciente, ninguém fica rico de um dia para o outro.

Seja disciplinado com sua banca.

Se está com azar, afaste-se das apostas esportivas por um tempo.

Quando voltar, vai ser que a sorte lhe volta a sorrir.

Desfrute da sua sorte

Uma boa gestão de banca não significa que você não possa desfrutar da sua sorte.

Se seu depósito inicial foi de R$ 100 e sua banca já passou dos R$ 200, que tal fazer um saque?

Em situações como essa, uma boa prática de gestão é simplesmente rachar ao meio.

Se tem R$ 200 na banca, já dobrou seu investimento.

Então, você faz um saque de R$ 100, que pode usar para ir assistir a um jogo no estádio, por exemplo.

E assim continua tendo R$ 100 em banca para suas próximas apostas esportivas.

Siga uma gestão de banca de longo prazo

Finalizamos nosso texto sobre gestão de banca com uma dica que você deve guardar por muito tempo.

E deve guardar por muito tempo precisamente porque você deve olhar para as apostas esportivas como um entretenimento para o longo prazo.

Se está iniciando sua aventura nas apostas, não queira ganhar tudo agora!

Que piada teria se você sempre acertasse?

Sim, ia ficar rico em um instante, mas que prazer tiraria das apostas?

Você não precisa apostar tudo de uma vez.

Jogue com calma, desfrutando do prazer de investir em seus palpites.

Descubra seu próprio ritmo e nunca esqueça que as apostas esportivas não são uma obrigação, mas um entretenimento para quem ama o esporte.

FAQ’s

Qual é o melhor método de gestão de banca?

A resposta depende do perfil de cada utilizador. Nesse texto mencionamos os 3 métodos mais conhecidos e utilizados por milhões de apostadores do mundo inteiro.

Quanto devo depositar para poder fazer apostas esportivas?

Primeiro você deve definir quanto quer investir em apostas, depois quanto pode perder sem comprometer suas finanças pessoais. Com esses limites, certamente você encontrará um valor do seu agrado. Encontrei uma oportunidade única, mas não tenho banca

Devo pedir emprestado para poder apostar?

Não, nunca. Esse é um erro que um apostador nunca deve cometer. Nunca peça dinheiro emprestado para jogar ou apostar. Faça suas apostas sempre dentro de suas possibilidades financeiras.

Queria usar o Critério de Kelly, mas a fórmula é complicada. Como faço agora?

Só tem que pesquisar no Google, ou outro motor de pesquisa, e rapidamente encontrará calculadores para fazer esse trabalho por si. Você só terá de preencher os campos e imediatamente terá o resultado.

Partilhar